O Altar (The Cross) Governa Tudo
por T. Austin-Sparks

[Em Ezequiel quarenta e três] do versículo trinta ao vinte e sete, temos o grande altar e seu serviço. Não iremos ler a seção inteira, mas só os primeiros versículos dessa seção: “Eis as medidas do Altar, em côvados longos de construção, isto é, equivalente a meio metro: sua calha, a parte inferior, terá meio metro de profundidade e meio metro de largura, com uma aba de um palmo em torno da beirada; E esta será a altura do Altar”. Depois somos informados de mais indicações sobre a medida e o ministério. Todos nós entendemos que o altar no Velho Testamento é sempre um tipo da Cruz. Este altar é o lugar de TODA a oferta queimada, e isto corresponde com Hebreus, capítulo dez, onde o Senhor Jesus é comparado a TODA a oferta queimada. Então vamos pensar nesta manhã sobre a centralidade e universalidade da Cruz.

Agora, temos visto que toda a área do templo era quadrada. Se traçarmos linhas diagonais de cada canto, essas linhas se encontrariam no lugar onde o grande altar estava. O lugar central em toda a área era o altar. Você reconhecerá que isto é diferente do tabernáculo no deserto. O átrio do tabernáculo não era quadrado, e o altar da oferta queimada estava bem no portão; mas neste templo, o altar está bem no centro de um quadrado. É importante perceber isso. Todas as linhas se encontram no altar, e todas as linhas saem do altar. O lugar central de tudo é o altar. Isto representa o templo, e quero que você saiba que isto não foi desenhado em escala. Provavelmente, meu templo é maior do que foi o templo real. [Risos] Apenas o coloco aí para mostrar a você a posição. O templo real estava aí. Esta é a área de todo o templo, e o lugar central de tudo é o altar.

O altar governava tudo. Governava tudo quanto à casa; isto é, tudo o que estava realmente no templo era governado pelo altar. Governava tudo o que estava imediatamente ao redor da casa. Se você tivesse um plano desta casa inteira, com o decurso diferente e toda a área, você veria que todas as câmaras dos sacerdotes estavam ao redor; e os lugares onde as ofertas eram preparadas estavam em redor. Tudo estava reunido ao redor da casa, mas tudo na casa e em toda a área era governado pelo altar.

E depois, todo o ministério da casa era governado pelo altar. Poderíamos dizer que lá não havia nenhum ministério que não estivesse relacionado ao altar; e então, além da casa, e além da área imediata, direto para toda a terra, tudo era governado pelo altar. Observaremos que quando vemos que o rio, o qual descia por toda a terra, vinha por meio do altar; mas entremos na casa primeiro.
Aqui temos uma verdade muito importante e vital. Quando a Cruz está no seu lugar com sua medida plena, tudo o resto estará em ordem, e a tudo o resto lhe será dado seu significado, e seu valor. Sinto que não posso dizer isto muito fortemente. Nós ficamos muitas vezes preocupados pelas coisas de fora, sobre a ordem da Casa do Senhor, sobre o ministério da Casa do Senhor, sobre o povo que está relacionado à Casa do Senhor. Nós estamos começando do lado de fora. Estamos tentando estabelecer uma ordem da Casa de Deus. Estamos tentando colocar o povo da Casa corretamente. Estamos bastante preocupados acerca dos ministros, e os ministérios. Mas se a Cruz estivesse realmente em seu lugar com suas plenas dimensões, todas essas coisas seriam tratas por si só. O povo estaria bem se a Cruz estivesse no seu lugar. Os ministérios seriam vivos se a Cruz estivesse no seu lugar. A ordem da Casa seria correta se a Cruz estivesse em seu lugar. Simplesmente funciona desta maneira. SE A CRUZ ESTÁ BEM NO CENTRO, em plena medida, e observe que é um grande altar, ENTÃO TUDO O RESTO FICARIA NO SEU CORRETO LUGAR, E NUM RELACIONAMENTO VIVO.

Embora não é dito isso aqui, penso que estamos certos em concluir que este altar era de bronze. O altar no tabernáculo era de bronze, o altar no templo de Salomão era de bronze, e penso que podemos assumir que este altar era de bronze. Nós já temos encontrado bronze. Temos encontrado bronze no Homem no portão, e temos dito que com Sua cana Ele media tudo de acordo ao que Ele era. Bronze é um tipo dos retos juízos de Deus. Este grande altar medido pelo Homem de bronze, de maneira que este altar representa os pensamentos de Deus em juízo.

Neste altar de toda a oferta queimada, o homem injusto é completamente removido. Esse altar de bronze vê um homem levado às cinzas. As cinzas eram tomadas deste altar e esvaziadas na terra do lado do altar. Essa é uma imagem da Mente de Deus sobre o homem injusto, ou o homem natural. Ele é consumido no fogo do juízo de Deus, ele é reduzido às cinzas, e ele é derramado na terra. ESSA É A MENTE DE DEUS SOBRE O HOMEM NATURAL. Por outro lado, é somente o HOMEM JUSTO que pode permanecer aqui na presença deste altar. É claro, esses são os dois lados da PESSOA E OBRA DO SENHOR JESUS. Num lado ELE foi feito pecado por nós, e nessa capacidade Ele foi completamente consumido e levado às cinzas. Quando Ele clamou, “Meu Deus, Meu Deus, por que Me abandonaste” - foi o clamor das cinzas! Ele foi levado às cinzas, e derramado na terra.

Mas depois lá estava o outro lado da Cruz - “Ele não tinha pecado”. Nele mesmo, não havia injustiça, e, portanto, Ele pode passar pelo altar, Ele pode viver após o fogo! >“Não permitirás que o Teu Santo veja a corrupção”. Porque Nele não havia pecado, Ele não poderia ser retido pela morte. Sua própria natureza poderia vencer todos os retos juízos de Deus! Este é o sentido do grande altar: um homem é levado ao fim, e Outro Homem permanece no seu lugar. Tudo foi julgado no altar. Tudo É julgado na Cruz.

Temos sido julgados na Cruz do Senhor Jesus, e em nós mesmos temos sido levados a um fim. Tudo do natural tem sido julgado e levado a um fim na Cruz do Senhor Jesus. É muito importante reconhecer isso. Observe, isso faz qualquer coisa possível. É por isso que tenho dito que se a Cruz está no seu lugar, tudo o resto seria correto. A Casa estará correta; isto é, a Igreja estará correta. O ministério será correto. A ordem seria correta. Você não terá que ir trabalhar para tentar e ocasionar uma ordem correta. Surge espontaneamente da obra da Cruz.

Espero que você esteja escrevendo isso nas suas mentes. Pode ser que você ache desordens na Casa de Deus. Pode ser que você encontre o homem natural na Casa de Deus. Você pode encontrar condições que estão todas erradas na Casa de Deus. Como você vai lidar com elas? Você somente pode lidar com elas pelo principio da Cruz. Você não pode lidar com as pessoas em si, você não pode lidar com as coisas em si; mas se apenas você pudesse trazer a Cruz nessa situação, você terá resolvido todo o problema.

Lembro que muitos anos atrás, estava falando em América, e me pediram para ir e falar aos professores de uma grande Escola Dominical. Pode ser que você saiba que em América, a escola Dominical não se refere a criancinhas, a Escola Dominical refere-se tanto a adultos quanto a criancinhas. E esta era uma das maiores Escolas Dominicais em América.. Era uma das igrejas mais famosas em América. Eles tinha tudo o que você poderia pensar. Bem no centro do grande prédio da escola Dominical havia uma lagoa, uma fonte e peixe-dourado. Na parte de trás do grande prédio havia um maravilhoso órgão de tubos. E depois havia um órgão para dar efeitos. Havia um carrilhão de sinos ligado ao órgão. E poderia continuar descrevendo esta Escola Dominical maravilhosa. O superintendente dessa Escola Dominical me pediu para sair e almoçar com ele. Isto foi antes de que eu fosse falar a todos os professores.

À mesa do almoço, ele me contou uma história terrível. Ele disse, “Sr. Sparks preciso de sua ajuda. Tenho um grande problema nesta Escola Dominical. Não posso conseguir com que os professores estudem a Bíblia e ensinem a Bíblia. Eles trazem qualquer coisa com eles para a Escola Dominical e o leem nas aulas. Qualquer livro que tiver alguma coisa de religião nele eles trazem e leem, como suas lições para a aula. Eles são pessoas mundanas. Eles não vêm para uma reunião de oração, e não posso fazer nada com eles. Não me atrevo a dizer nada ou eles iriam renunciar. O que devo fazer? Por favor, me dê a solução para meu problema?”

Eu disse, “Sim, acho que tenho a solução”. Então tomei minha Bíblia e a abri em Romanos 6. Ora, todos aqui conhecem Romanos 6. E percorri por Romanos 6 com ele e disse, “o que você precisa fazer é falar a estes professores sobre a identificação deles com Cristo na morte e sepultamento e ressurreição. Em outras palavras, você deve fazer com que eles vejam o significado da Cruz”. E falei a ele sobre o significado da união com Cristo. Esse é o real significado da Cruz. E enquanto falava com ele sobre isso, vi o olhar vindo do seu rosto. Ele disse, “Sr. Sparks você resolveu meu problema. Você colocou seu dedo na chave de toda a questão. Eu, eu mesmo, nunca tinha visto isso antes. Por isso nas minhas aulas de treinamento de professores nunca tenho dito coisa alguma parecida a isso. Creio que se eu voltar à minha aula de treinamento de professores com essa mensagem pode ser que resolva meu problema”.

Bem, fui para os professores essa tarde. Você pode ter a certeza que senti que o Senhor me tinha dado minha mensagem, e falei a eles sobre a Cruz. Fiquei muito surpreso ao ver quão atentos eles estavam. Todos eles abriram seus olhos e acompanharam cada palavra que eu dizia. Eles nunca o tinham visto antes. Não sei qual o permanente efeito que teve sobre eles. Nunca ouvi do que aconteceu mais tarde. Tinha que ir embora. Mas não há duvidas acerca disso, que a Cruz deixou uma impressão aquele dia, e ao menos um homem viu que resolveria todos os problemas se apenas eles a percebessem. Se apenas a Cruz tivesse seu lugar todos os outros problemas seriam resolvidos. É assim. Nós não começamos do lado de fora. Não começamos com o povo, não começamos com a ordem da Casa do Senhor, não começamos com o ministério – COMEÇAMOS COM A CRUZ. E se apenas o povo vê a Cruz, tudo o resto ficaria certo. Tudo é julgado pela Cruz.

Agora vou indicar algo a você que não serei capaz de seguir completamente. Se o irmão Wei puder colocar seus dedos nos ouvidos por um minuto, e algumas outras pessoas, direi a você que acho que isto é o que o Senhor está me dizendo para Hong Kong na próxima semana. Assim que se você quer ouvir tudo, vocês todos têm que vir a Hong Kong a próxima semana. Mas apenas vos dou o esboço. A Carta aos Romanos é a mensagem da Cruz em sua plena medida. Nessa carta aos Romanos, você vê a grande medida da Cruz. Lá a Cruz compreende todas as coisas. Leva a raça inteira de Adão a um final, e começa uma raça inteiramente nova em Cristo ressurreto! É muito impressionante que a primeira destas cartas coloque a Cruz lá em sua plena medida. Todos vocês sabem que a Carta aos Romanos não foi a primeira carta escrita por Paulo, mas o Espírito Santo colocou ela primeira no arranjo. Penso que o Espírito Santo tinha algo a ver com o arranjo dos livros no Novo Testamento, e em Seu soberano arranjo deste livro, Ele colocou o altar em sua plenitude bem no começo. Bem, é claro, você tem que relembrar tudo que você sabe acerca da Carta aos Romanos para ver isso.
Na Primeira Carta aos Corintios, a Cruz é aplicada ao homem natural e ao carnal dentro da Igreja. O homem natural e o carnal tem entrado onde não têm direito de estar. Este homem injusto tem se escorregado pelo portão, e por isso o apóstolo TRAZ CRISTO CURIFICADO DEFRONTE AO HOMEM NATURAL E O CARNAL. A Cruz em I Corintios tinha a ver com esse homem, não de fora da Igreja como em Romanos, mas de dentro da Igreja.

A Segunda Carta aos Corintios estabelece a Cruz em relação ao ministério. Essa carta nos mostra que o ministério flui de um vaso quebrantado e humilhado. Apenas posso dizer estas coisas e deixar a completa explicação.

Na Carta aos Gálatas, nessa carta a Cruz é trazida após transformar o Cristianismo num outro sistema legal, e levando cristãos à escravidão. Quão forte o apóstolo é nessa carta, mas veja como ele ussa a Cruz. Ele usa a Cruz tremendamente contra esse esforço para transformar o Cristianismo num sistema legal, e levar crentes à escravidão novamente.

Na Carta aos Efésios, a obra da Cruz é para colocar a Igreja num solo celestial. A Cruz em Efésios corta completamente a Igreja de todo solo terreno. Coloca a Igreja fora do tempo. Coloca a Igreja fora do mundo.

A Carta aos Filipenses, a Cruz em Filipenses é aplicada para aquilo que está estragando a harmonia do povo do Senhor. Há uma doloroso deslocamento dentro da Igreja. Há um lugar onde as coisas são infelizes, e isso é por causa do interesse pessoal e orgulho. Algumas pessoas não querem deixar seus interesses pessoais. Algumas pessoas não querem deixar seus orgulhos. Eles foram ofendidos, e eles não vão perdoar. Por isso o apóstolo introduz a Cruz defronte a esta discórdia, e deslocamento; e destaca que se apenas a Cruz estivesse nessas vidas, tudo ficaria certo.

A Carta aos Colossenses – esta carta mostra que a Cruz liberta de toda falsa espiritualidade. A Cruz põe de lado tudo que é mero misticismo, e tudo que faria Cristo menor do que Ele é.

Depois a Carta aos Tessalonicenses. Aqui a Cruz é a força para o sofrimento – uma inspiração para a vinda do Senhor. Pode ser que não seja muito realmente sobre a Cruz, mas o principio destas cartas é o principio da Cruz. O povo estava sofrendo por causa de Cristo. Eles estavam sofrendo a perda de todas as coisas, e eles pensaram que o Senhor teria vindo para libertá-los, e o Senhor se estava demorando na Sua vinda. Portanto, o apóstolo lhes diz que seus sofrimentos resultarão na vinda do Senhor e glória. Estes sofrimentos são sofrimentos com Cristo. Eles estão sofrendo por causa de Cristo: é comunhão na Cruz, mas os sofrimentos resultavam em glória. O Senhor está vindo, e então tudo ficará bem. A Cruz tem uma mensagem muito real para crentes que sofrem. E depois só concluímos isto com a Carta aos Hebreus.

Na Carta aos Hebreus, a Cruz mostra como tudo é levado à plenitude e à finalidade. Agora tudo isto se relaciona com a Casa no seu interior. Toca a conduta. Toca o caráter. Toca a ordem. Toca o ministério. Se a Cruz está no seu lugar, tudo será eficaz.

Ora, não lhe tenho apenas dado um ensino Bíblico, sei que isto é verdadeiro. Poderia lhe contar uma história de uma experiência pessoal. Tenho visto todos estes problemas resolvidos somente ao pregar a Cruz. Tenho visto uma revolução numa igreja somente ao pregar a Cruz. Tenho visto o Senhor produzindo Sua nova ordem somente ao pregar a Cruz. A Cruz é a chave para tudo. Portanto, o que é verdadeiro do lado de dentro é também verdadeiro do lado de fora. É a Cruz que efetua toda a gama da influência da Igreja. O rio vem por meio da Cruz, isto é, a influência que vai do santuário para toda a terra. É a Cruz que dá a eficácia ao ministério para todo o mundo. Por isso o apóstolo pregava em toda parte Cristo crucificado.

E depois observamos outra coisa, o altar era a grande defensiva contra o inimigo. Se você olhar no livro de Esdras no capítulo três, e versículo três, você tem isto: “Apesar do receio que tinham dos povos ao redor, firmaram o altar sobre a sua base e nele ofereceram holocaustos, os sacrifícios totalmente queimados”. Por causa do medo que tinham dos povos ao redor, eles firmaram o altar no seu lugar. A Cruz é uma grande defensiva – a Cruz nos defende do mundo. O mundo é o grande inimigo da Igreja. O espírito do mundo tem sido sempre o grande inimigo da Igreja. Satanás tem sempre tentado levar o mundo para dentro da Igreja e assim destruir a Igreja e seu ministério, destruir a influência da Igreja no mundo. É um agir muito inteligente e sútil do inimigo para destruir a influência da Igreja no mundo ao trazer o mundo para dentro da Igreja. Pois Paulo disse, “que eu jamais venha a me orgulhar, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por intermédio da qual o mundo já foi crucificado para mim, e eu para o mundo” (Gál. 6:14).

Um povo verdadeiramente crucificado nunca está em perigo do mundo. É somente quando a Cruz não tem feito sua obra que o mundo tem um lugar. O mundo não tem lugar com um homem ou mulher crucificado, ou companhia de crentes. A CRUZ é uma grande defensiva contra o mundo. SE VOCÊ QUISER MANTER O MUNDO LONGE, COLOQUE A CRUZ NO SEU LUGAR. Se a Cruz está verdadeiramente no seu lugar em plenitude, então tudo o resto ficará em ordem. A CRUZ é a grande defensiva contra o mundo. A CRUZ é a grande defensiva contra os poderes do mal. A CRUZ deixa tudo seguro; deixa tudo seguro para o Senhor.

Observe, o Senhor quer comprometer-se a Si mesmo. Ele quer Se confiar para Seu povo, mas se a Cruz não está lá em ação, o Senhor não pode confiar a Si mesmo para eles. O Senhor diz, “não é seguro para Mim Me entregar lá, ou ficarei envolvido com suas condições não crucificadas”. A cruz deixa tudo seguro para o Senhor, e a Cruz deixa tudo seguro para a Igreja. Se a Cruz está realmente em ação em todos nós, podemos confiar um no outro. É bastante seguro confiar a si mesmo a um homem ou mulher crucificado.
Agora encerro nesta manhã enfatizando que a Cruz não é uma doutrina para ser ensinada. Não é um assunto a ser pregado. É claro, será ensinado, e será pregado. Mas em primeiro lugar, não é um assunto a ser ensinado. Não é só uma doutrina. A Cruz é poder. A Cruz é uma experiência. A Cruz é um evento em nossas vidas. A Cruz é uma crise. A Cruz é uma revolução. A Cruz é um terremoto. Houve um terremoto quando Jesus foi crucificado. Se a Cruz entra nas nossas vidas, haverá um terremoto. Tudo será abalado, tudo será invertido. A Cruz é um terremoto. É algo tremendo. A Cruz não é só uma teoria, não só uma doutrina: A CRUZ GOVERNA TUDO. Bem, essa é nossa mensagem sobre a centralidade e universalidade da Cruz.

Que o Senhor nos conceda sermos todos, homens e mulheres crucificados. As assembleias às que pertencemos – que possam ser assembleias crucificadas. O Senhor nos conceda que Sua Igreja inteira entenda e veja o significado da Cruz.

(Transcrito de uma mensagem em áudio transmitida em Taiwan em Janeiro 1957)

Origem: "The Altar (The Cross) Governs Everything